EXPERIMENTAR GRATUITAMENTE LOGIN 

De volta ao papel?

A pandemia obrigou à alteração de muitas práticas das escolas nos 2 últimos anos letivos, mas, neste início de ano, em algumas instituições, foram agora retomados os registos em papel no dia a dia.

Voltaram as cadernetas, os caderninhos vai-vem, os recados em múltiplas folhas, etc…

É este também o seu caso?Regressar ao que já funcionou bem, pode ser um caminho, por se tratar de uma zona de conforto, mas, neste caso específico, acreditamos que não...

  • O papel tem custos que raramente são contabilizados.
    Faça as contas às folhas, fotocópias e tinteiros. Mas não se esqueça de atribuir um custo ao seu tempo. Quanto tempo é gasto na preparação desses materiais? E a tratá-los, com as respostas?
    O seu tempo também deve ter valor.

  • O papel inibe uma comunicação ágil.
    Imagine se, na sua vida atual, só comunicasse com as pessoas mais importantes para si através de carta ou telegrama...

  • O papel dificulta registos múltiplos.
    Numa situação em que 5 crianças estão a chegar em simultâneo, se tiver que efetuar todos os registos manualmente, será tudo muito moroso. 

Há ainda um último argumento muito importante.

Estamos nas semanas da cimeira do clima da ONU. Cada um de nós deve fazer a sua parte para a melhor gestão dos recursos naturais do nosso Planeta.
A simples redução da utilização massiva de papel pelas escolas poderá ser um contributo para uma economia sustentável.

Já ajudamos mais de 650 escolas nesta mudança. Podemos também ajudar a sua.
Verá que em breve terá uma nova zona de conforto!

Escolha o dia e hora mais conveniente ➜ 

MARCAR APRESENTAÇÃO